VINHOS ERBON E CASA GRANDE DO SEIXO, EM VALPAÇOS, ALIA O ENOTURISMO À PRODUÇÃO DE VINHOS DE TRÁS OS MONTES

 

 

Eis os que se faz de bom com uvas de Trás os Montes! Seja bem-vindo a esta aventura de conhecermos estas Quintas no cantinho de Portugal, que tanto nos orgulha!SDC14101

Situada a Norte de Portugal a Região de Trás-os-Montes revela-se por entre montes e pronunciados vales numa grande área de extensão. Esta é uma Região única com características especiais. Em toda a região o cenário muda rapidamente, entre exuberantes vales verdejantes, ou colinas antigas cobertas por uma colcha de retalhos de bosques, ou olivais verde-cinza, extensas vinhas verdes brilhantes, ou amendoeiras floridas e outras árvores de fruto.IMG_9488

O cultivo da vinha e a produção de vinho na Região de Trás-os-Montes tem origem secular, estando esta intrinsecamente marcada nas suas rochas, uma vez que por toda a região existem vários lagares cavados na rocha de origem Romana e Pré-Romana. A existência de vinhas velhas com castas centenárias marca também de uma forma muito peculiar a qualidade reconhecida dos vinhos desta região.1796476_685455744845298_488805385_n

Apesar das características muito próprias, na região de Trás-os-Montes verifica-se a existência de vários microclimas, que aliados às diferenças existentes na constituição dos solos, normalmente graníticos com manchas de xisto, bem como á maior adaptabilidade de determinadas castas, permitem obter vinhos muito diferenciados. Tais diferenças permitiram definir três sub-regiões para a produção de vinhos de qualidade com direito a DO Trás-os-Montes.

 

 

VINHOS ERBON E ENOTURISMO NA CASA GRANDE DO SEIXO

 

JOSÉ NOBRE JUNTA A VITICULTURA COM ENOTURISMO

Quinta da Casa Grande do Seixo Seixo 5425-102 Loivos Email: geral@casagrandedoseixo.pt Site: www.casagrandedoseixo.pt
Quinta da Casa Grande do Seixo
Seixo
5425-102 Loivos
Email: geral@casagrandedoseixo.pt
Site: http://www.casagrandedoseixo.pt

«O enoturismo é uma óptima combinação para mostrar a nossa região,  associando o vinho à gastronomia e ao lazer. O facto da casa ter uma adega com lagar e prensa do século XVIII ainda em funcionamento, dá valor acrescentado ao vinho aqui produzido, proporcionando aos turistas estrangeiros, e também nacionais,  ver como se fazia o vinho séculos atras como um processo que ainda hoje é utilizado, o que é coisa única nas suas vidas», conta-nos José Nobre. 

Tel: (+351) 967 552 306 Tel: (+351) 939 858 482 Tel: (+351) 276 341 106
Tel: (+351) 967 552 306
Tel: (+351) 939 858 482
Tel: (+351) 276 341 106
Além de produzir cerca de 12 mil litros de vinho com o seu Rótulo Erbon, José Nobre aproveitou uma casa familiar do séc. XVIII com bastante interesse arquitetónico e transformou-a em turismo rural, proporcionando aos turistas um espaço onde podem usufruir do conforto e saborear a  rica gastronomia da região regado com o néctar que a própria quinta produz.
Aqui fica o convite aos nossos leitores

José Nobre vai lançar o  ERBON tinto de 2014 e branco de 2015.

ROTEIROSEVENTOS R.E. –  Como foi a campanha deste ano a nível de qualidade e quantidade?
JOSÉ NOBRE  J.N. – A campanha de 2015 foi boa quer em termos de quantidade, quer no que concerne à qualidade. Conseguiu-se aproveitar a chuva e o sol para o equilíbrio da acidez e açúcar das uvas.
CASA_GRANDE_DO_SEIXO_ERBON_VINHA (2).JPG
 
R.E.  Qual a área de plantação e a média de produção?
J.N. – Aproximadamente 3 ha, produzindo em ano normal (sem geadas), à volta de 15.000 kg de uvas, a que corresponde 10.000-12.000 litros de vinho.
R.E. –  Como estão os vinhos de Trás os Montes a nível de mercado?
J.N. – Atendendo a que esta região de Trás-Os-Montes não está classificada como região demarcada, os seus vinhos, pese embora alguns com muita qualidade, tem enorme dificuldade em se afirmar no mercado, precisamente por não serem produzidos numa região demarcada e pouco conhecidos. A falta de divulgação por parte das diversas entidades,  locais e nacionais, não beneficiam o sector.
CASA_GRANDE_DO_SEIXO_ERBON_VINHA (1).JPG
R.E. – Em que patamar dos vinhos nacionais colocaria os vinhos de Trás os montes e o que poderia ser feito para que os mesmos ocupassem o seu merecido lugar na panóplia nacional?
J.N –  Colocaria os Vinhos de Trás os Montes num Patamar médio alto. Ser uma região demarcada à semelhança de outras regiões do país. fazer uma campanha de divulgação dos vinhos de Trás-os-Montes à semelhança das acções de marketing feitas por diversas entidades para outras regiões produtoras de vinho e azeite, são passos indiscutivelmente indispensáveis para atingirmos um outro relevo no contexto dos vinhos.
Imagem quarto
 
R.E. – Como surgiu a ideia de criar o turismo rural associado ao vinho? Acha que o enoturismo é uma forma de promover os próprios vinhos?
J.N. – O objectivo foi recuperar uma casa familiar do século XVIII, em avançado estado de degradação, mas classificada como de interesse arquitectónico, histórico e cultural, de forma a lhe dar nova vida impedindo este bonito espaço de entrar em ruínas. 
A plantação da vinha foi feita para utilizar o solo que estava livre e onde há décadas atrás já existiu produção de uvas e vinho. essas propriedades e respectivas vinhas foram sendo abandonadas a partir da década de sessenta do século passado. IMG_47771_2-160x120
R.E. –  Para quando está prevista a abertura da sala de provas?
J.N.  – Se tudo correr bem e o projecto for aprovado, durante o próximo ano, antes da época de verão.  

R.E. –  Qual a capacidade de lotação da casa?

QUARTO VISTA JARDIM
QUARTO VISTA JARDIM
J.N. –  A casa tem 7 amplos quartos, sendo 2 suites. 
R.E. –  De que podem usufruir os hóspedes / turistas que procuram esses locais recatados e magníficos para descanso?
J.N. –  A casa tem cozinha, restaurante (refeições a pedido), biblioteca, capela para retiro espiritual ou simplesmente para meditação, amplo espaço de estacionamento, adega, prova de vinhos, licores e compotas feitos com produtos produzidos na quinta, piscina, enorme espaço verde à volta da casa e duas serras e ribeira que delimitam o vale onde está localizada a propriedade.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s